sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

eu quero uma pra viver...

E eu que tinha tantos sonhos
e ideologias...onde
estão eles agora? Me
sinto vazia e sem mim.
Me sinto falta.

Um comentário:

Vinícius Silva disse...

Elas voltam a brotar e no momento do vazio, que é justamente o espaço necessário para que essas sementes de esperança venham do nada, elas renascem.

Mas assim como as plantas, são lentas, gastam tempo até seus sulcos adentrarem a terra verde e chuparem a seiva dos grãos, da água do céu.

E quando menos esperar... PÁ!!! Seu cérebro estará tilintando palavras de ordem e gritos histéricos.

Elas voltam, elas voltam. E voltarão para ti. Digo isso de caso vivido, e esperanças (ideologias) renovadas. Mas minhas raízes ainda estão crescendo e maturando, leva tempo, leva tempo...

Besos.